Volkswagen vai suspender produção na Argentina

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Volkswagen deu mais um passo para a produção do SUV médio Tarek na fábrica da Argentina. Depois de eliminar a perua SpaceFox para liberar espaço na planta, a montadora agora anuncia que vai suspender o trabalho de 10% de seus funcionários para preparar a fábrica para a produção do carro. Serão 400 funcionários que ficarão em casa todo mês, até o final do ano, enquanto o complexo recebe as devidas adaptações. A expectativa é de que o modelo, que já é vendido na China, chegue ao Brasil no início de 2020.

Dependendo do mercado, o Tarek recebe um nome diferente. No mercado asiático, ele é Tharu, enquanto na Europa ele é o Tiguan de cinco lugares – ligeiramente menor que o Tiguan Allspace, de sete lugares. O SUV tem porte médio e vem para encarar principalmente o Jeep Compass, que domina amplamente o segmento. Ele tem 4,45 m de comprimento, 1,84 m de largura, 1,63 m de altura e 2,69 de entre-eixos. Na China, ele usa a mesma motorização do alter ego Tiguan Allspace, ou seja, um 1.4 TSI de 150 cv ou o 2.0 TSI, mas configurado para render 186 cv, e não os 220 cv normais.

TRÂNSITO LIVRE

VIDEOS

MARCAS